background

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

A Cura pela palavra, uma história de mãe e filho e um Milagre - Mestre Hilarion e Eu Superior



A cura é uma energia que se realoca e equilibra o que está em desacordo com os desígnios divinos. Tudo é energia, logo as palavras, o verbo, também possui energia, ou seja, as palavras também curam! Como você tem utilizado dessa forma divina de cura? Tem utilizado ela para curar e equilibrar pessoas e ambientes ou ao contrário?

Existem diversos tipos de cura, que é trazer de volta o equilíbrio de todos os seus corpos, físico, mental e espiritual. Existem diversas formas de canalizar essas energias e trazê-las para o mundo. Muitos se sentem impotentes por não praticarem essas "habilidades" ou não ter tempo de fazê-las. Eu vos digo, todos podem utilizar da energia da cura, porque a cura é amor, é luz, é verdade, é equilíbrio e todos possuem esse poder, porque é inato a vocês, partículas divinas! Tudo o que fizerem com amor no coração, ali há cura, não só para o próximo, mas principalmente para vocês mesmos. Levar luz e cura ao próximo ilumina e purifica vocês mesmos primeiramente. Todos possuem a oportunidade de curar uma partícula negativa. Basta amá-la!

O verbo cura! Uma palavra de amor, um perdão, um elogio, uma conversa sincera, tudo isso e muito mais, também cura. Não pense que apenas os habilitados a canalizar energias através das mãos possuem o dom da cura, todos vocês a possuem! A cura de seus corpos vem através da vontade de vocês mesmos se curarem e principalmente entenderem o porque do desequilíbrio que esteja gerando qualquer doença.

Vou lhes contar uma história para ilustrar bem o que está sendo passado.

Certa vez presenciei uma cena onde mãe e filho estavam juntos em um momento de tristeza profunda, pois ali seria o momento derradeiro para a mãe. Essa estava com uma doença grave na região do fígado e nada mais poderia salvá-la. Eram pobres, não havia hospitais, nem médicos como conhecem hoje.

A mãe, chamada de Narcisa, mesmo estando perto do último suspiro, não deixava sua raiva e ódio de lado. Tinha raiva do primeiro homem que a deixou a cuidar de seu filho, Tobias, sozinha. Possuía uma extrema raiva do mundo, das pessoas, de Deus e praguejava diariamente suas ofensas ao mundo à quem quisera ouvir. Não havia um ponto se quer de amor ou algo que desejava amar.

Seu filho já não possuía tamanho ódio, na verdade em seu coração não havia ódio algum. Sempre que possível procurava acalmar sua mãe dizendo-lhe palavras amorosas e renovadores, mas nada aplacava aquela ira.

Nos últimos momentos de sua mãe em corpo físico, Tobias foi preenchido por uma indomável compaixão, algo lhe tomou conta de seu coração e transbordando em amor e sabedoria crística disse à sua mãe:

“Querida mãe, sei que tens raiva do mundo, sei que tens raiva de meu pai, sei que o destino não tem sido amoroso com nós e não te tiro o valor de tamanha ira. Tens seus motivos e eu entendo cada um deles. O meu amor por você nunca mudará, nessa vida ou em qualquer delas e por isso eu peço, minha querida mãe, que você abandone essa raiva, esse ódio, eu estou aqui por você e quero que você esteja aqui por mim, não se vá dessa vida com tamanha carga, fique aqui comigo e permita-me cuidar de você e mostrar-te que jamais estará sozinha, eu sempre estarei com você.”

Tamanha ternura encorpou em sua mãe e envolvida com tanto amor, ela abandonou a raiva, o ódio e toda incompreensão foi deixada de lado. Viu naquele momento que uma pessoa jamais a deixaria de amar, o amor a faz renascer. Toda raiva e ódio deixaram de existir em seu corpo, mente e espírito.

Ela compreendeu o motivo de sua doença, no mais fundo de seu âmago. A raiva a fez adoecer e como não mais havia raiva a doença se desfez em questão de dias. Seu filho praticou algum milagre? Jesus estava ali presente? Para essas perguntas a resposta é sim. A cura veio através de palavras de amor, de compaixão, de ternura e aliadas ao puro sentimento crístico, todos são hábeis a realizar milagres.

Tragam a chama verde sempre que for necessário para auxiliar nesse processo de cura. Nós estaremos sempre com vocês. Vocês são muito amados sempre.

Mestre Hilarion e meu Eu Superior

Com Amor,
Henrique Pimenta